HOME | NOTÍCIAS | VÍDEOS
> NOTÍCIAS

21/02/2017
Alunos do 9º ano começam a estruturar negócio próprio para o projeto Química Empresarial

Foi dada a largada para o projeto Química Empresarial! Ao longo de todo o ano letivo, os alunos do 9º EF II vão viver uma experiência de empreendedorismo, com todos os desafios e responsabilidades de montar o próprio negócio. Coordenado pela professora de Ciências Carol Freitas e pelo professor de Matemática Wellington Marinho, o projeto transforma os estudantes em jovens empresários do mercado de cosméticos.
 
 
Utilizando os conceitos químicos e matemáticos estudados em sala de aula, os alunos vão fabricar produtos artesanais como perfumes, sabonetes e hidratantes. Paralelo a isso, vão estruturar a empresa buscando acionistas que invistam na ideia, lidar com o fluxo de caixa e a compra de matéria-prima, além de criar estratégias para divulgação da marca e venda dos artigos. Cada turma será uma empresa.
 
Além de Ciências e Matemática, professores de outras disciplinas como Artes, Português e Computação vão colaborar em cada uma das diversas etapas.
 
O projeto foi apresentado às turmas com duas novidades. A primeira é que alguns alunos que participaram em 2016 foram convidados para uma consultoria. Ana Beatriz Fontes, Beatriz Calil, Gabriel Pereira e Maria Luiza Guerra apresentaram o resultado do projeto deles, falaram sobre as várias etapas, deram dicas de como ser mais eficientes e produtivos e tiraram dúvidas. 
 
 
Para o professor Wellington, a interação foi positiva para todo mundo. “Foi muito bacana! Os alunos do 1º ano adoraram o projeto e reconheceram a importância de todas as disciplinas durante o Química Empresarial e para o processo de formação acadêmica deles. Já os alunos do 9º ano, que já haviam começado as pesquisas para o projeto, mudaram muito a visão depois do bate-papo”, contou.
 
No auditório do colégio, os alunos também viram um vídeo, gravado e editado pelo professor Ian Fraser, mostrando alguns momentos do projeto. Assista:
 
 
Num gesto simbólico, para estimular o espírito de cooperação e desejar sucesso aos novos empreendimentos, as empresas do ano passado – Xêro de Migué (9º Se) e Perfume-Si (9º Si) - doaram parte do lucro para o caixa dos colegas. O valor de R$ 20,00 foi o que sobrou depois que todos os acionistas e empresários receberam suas partes.
 
Outra novidade para este ano é que os alunos vão se dividir em grupos e preparar vídeos defendendo suas habilidades para preencher as vagas em cada departamento da empresa: Vendas e divulgação, Contabilidade e Orçamento e compras. “Já é um primeiro teste para o desenvolvimento da empresa. Eles vão precisar de criatividade, já vão ter que definir uma estratégia para defender a ideia deles, trabalharão em equipe, terão que lidar com tomada de decisões e resolução de conflitos”, explicou a professora Carol.
 
 
A jornada empreendedora dos alunos está apenas começando. Ao final, a produção será comercializada numa feira realizada no colégio. O lucro obtido será repassado aos acionistas (capital investido somado a 30% de rendimento), usado em atividades escolares dos próprios alunos como o Jantar das Nações e a formatura ou confraternização de encerramento do 9º ano, ou ainda doado aos Projetos Sociais apoiados pelo Anglo.

 



 
0 comentário(s) para esta notícia.
 


NOME:
E-MAIL:
COMENTÁRIO:

 
> MAIS NOTÍCIAS
 
Rua Mangalô, 156, Colina A, Patamares, CEP 41680-048 - Tel (71) 3367-2173 | 3367-3040 | 3367-7308 | 3367-3041
secretaria@anglobra.com.br