HOME | NOTÍCIAS | VÍDEOS
> NOTÍCIAS

03/07/2020
7º ano celebra 2 de julho com aula temática de História

O ano está diferente! Pela primeira vez, tivemos aula no dia 2 de julho, data em que comemoramos a Independência da Bahia. Nessa mesma data, no ano de 1823, o povo baiano expulsava o exército português do território brasileiro, consolidando a Independência do Brasil, que havia sido declarada em 7 de setembro de 1822. Para lembrar um dos eventos mais significativos da história nacional, as turmas do 7º ano e a professora de História, Deiseane Fagundes, tiveram um encontro especial no 2 de julho.
 
Vestidos como alguns dos personagens principais da luta pela independência, os alunos compartilharam o que aprenderam em suas pesquisas e em conversas com familiares que conheceram descendentes dos nossos heróis. Os alunos também cantaram o Hino ao Dois de Julho e ouviram o poema Ode ao Dois de Julho, escrito pelo poeta Castro Alves. “Essa é uma data para ser celebrada”, ressaltou a professora Deiseane.
 
 
As mulheres se destacaram no processo de independência. Maria Quitéria fugiu de casa e se alistou às tropas usando uma identidade masculina. A freira Joana Angélica foi morta ao, corajosamente, se colocar à frente dos soldados portugueses para impedir a invasão ao Convento da Lapa. Maria Felipa, marisqueira da Ilha de Itaparica, liderou um grupo que queimou diversas embarcações portuguesas e deu surras de cansanção em vários soldados inimigos. “Maria Felipa era pouco instruída, mas usou o que tinha para lutar a favor da independência. Eu acho a história dela muito inspiradora e encorajadora”, afirmou a aluna Melina Lima.
 
Outro personagem importante na luta pela independência e homenageado pelos nossos alunos foi o corneteiro Lopes que, num ato corajoso ou bem atrapalhado (a história não sabe ao certo o que aconteceu), tocou a corneta ordenando que os soldados brasileiros avançassem sobre os portugueses mesmo quando nossas tropas já estavam quase derrotadas. Deu certo! Os portugueses ficaram assustados, imaginando que havia reforços chegando para a batalha, e decidiram se retirar. O caboclo e a cabocla, simbolizando a participação dos povos indígenas nas lutas, o tenente João das Botas, general Labatut e Lord Cochrane também não foram esquecidos. 
 
Parabéns, galera! Foi muito bom viver essa data tão especial com a presença dos nossos alunos. Salve a Bahia! Salve o Dois de Julho!

 



 
0 comentário(s) para esta notícia.
 


NOME:
E-MAIL:
COMENTÁRIO:

 
> MAIS NOTÍCIAS
 
Rua Mangalô, 156, Colina A, Patamares, CEP 41680-048 - Tel (71) 3367-2173 | 3367-3040 | 3367-7308 | 3367-3041
secretaria@anglobra.com.br